• Atualizar Lei 12.334/2005 de nossa autoria que criou o Relatório de Gestão Financeira da Educação, como instrumento de fiscalização e controle dos recursos públicos da educação para inserir os indicadores de Custo Aluno Qualidade (CAQ) previsto no FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação e ampliar participação e controle social no planejamento e execução do orçamento da educação.
  • Retomar seminários públicos para trabalhadoras e trabalhadores da educação em todos os níveis e comunidades escolares, através das Comissões da Câmara Municipal em conjunto com Fóruns Municipais de Educação e Conselhos Municipais que se dispuserem, como espaços de escuta, formação, formulação e certificação dos participantes que deixaram de ser realizados nos últimos anos. Como: Mesa Redonda “Relatos e Experiências Municipais de Carreira das Monitoras de Creche” (2003); Primeiro e Segundo Seminários “Desafios da Educação Infantil” (2005 e 2007); Seminário ”Paulo Freire de Educação de Jovens e Adultos” (2007);  Curso “ De pernas pro ar: a pedagogia a partir da perspectiva da infância” (2015).
  • Criar cardápio vegano na merenda escolar para alunos que fizerem opção por essa alimentação.

Avalie essa proposta