• Criação de um fundo municipal específico para estruturação e fomento de cooperativas de economia solidária para serviços na cidade, com cláusula mandatória de porcentagem mínima de lucros destinada à projetos comunitários e de assistência social.
  • Recursos para tal fundo poderiam vir, principalmente, de multas municipais (trânsito, sonegação de impostos, fiscais e etc).
  • Promoção de projetos cooperativos em periferias de campinas, com a ajuda direta da prefeitura na gestão e investimento financeiro inicial, visando as possibilidades de transformação social e coletiva, trazendo maior eficácia nos serviços, maior redistribuição de renda e participação ativa comunitária.

Avalie essa proposta